terça-feira, agosto 16, 2011

Adaptar





Não me importo se você me deixar aqui sozinha, contanto que nada além de você mesmo vá embora. Não quero ter que ver meus pedaços ficando para trás – novamente -, enquanto a passos lentos vou tentando reviver. Não quero ter que me explicar para o meu lado moribundo o quão felizes ainda podemos ser, porque acho que até meu lado mais feliz está triste. Eu não poderia encontrar qualquer força para acender a chama de novo. Seria eu uma jovem com tanta amargura, que nada seria alegre ao meu lado. Eu seria flores mortas, um jardim sem vida. E pergunto-me se já não sou assim ... Ah, juro que tentei ser melhor, mais agradável, mais palatável. Mas é em vão querer ser assim, sendo que o mundo me obriga a agir tão diferentemente. Vida injusta ? Talvez. Embora eu acredite que não tanto.
Dizer que não tenho medo não posso. Dizer o que penso não devo. Sentir-me incapaz é a única opção que se estende perante mim. Horizonte, longe, infinito, inatingível, inalcançável, inacessível. E vou acostumando-me a esse sentimento que mal posso suportar. Costume. Adaptar-me e seguir sem que nada possa me desviar. Sem que nada seja auto-sacrifício e a recompensa posta de lado.
Não, não vou continuar com essa loucura. Tenho meus planos e sei que sou capaz de executá-los bem, até muito melhor, sozinha. Vou dar um tempo. Um tempo de mim e de minha vida. Quero voltar a ser a mesma de antes. A mesma que agia sem limites. A que não se dava por vencido em um olhar. A fortaleza que eu queria ser agora ...
Não há notas de rodapé, não há canção. Há apenas o desejo de poder seguir em frente, sem que nada entre no caminho. Sem que nada possa me derrubar. Logo agora que eu consegui me libertar ...

2 comentários:

  1. =)
    Legal ....
    Só o nome do texto num fez nenhum sentido ... pelo menos pra mim ... mas ... quem sou eu ??
    Fico triste quando leio coisas assim ... ah é ... esqueci ... não devo ficar triste, né ?? rs
    Talvez ainda haja otimismo aqui dentro ... isso explica a tristeza ... rs
    Pois é ... rs
    ;)

    ResponderExcluir
  2. Definitivamente não entendo o mundo... nem como ele funciona ... rs
    Já desisti de tentar entender ...(mentira)
    É ... ainda há algum otimismo ...
    Bem pequeno, mas que ainda faz mal ... agora eu sei disso .... rsrs
    Pois é ... de novo ... rs
    ;)

    ResponderExcluir