sábado, abril 30, 2011

10%







Hoje eu senti uma coisa que eu sei que não deveria. Sei que não deveria por conhecer-me, por conhecer-te. Eu sei tão bem que não devo, não posso, não quero. Tanto sei que sinto, sinto e sinto. Arrastando meu coração por entre estranhezas e entranhas do meu passado pensado esquecido. Jogando-me contra mim mesma e sem saber o porquê. Acordaram essa inquietude dentro de mim num comentário desnecessário. O meu azar é que me conheciam melhor do que eu mesma pra saber o que diziam. E foi de repente ... 
Agora eu que dizia ser esquecido e passado, retomo nas lembranças o que eu pensei ter sido passageiro e momentâneo. Estou aprendendo que contigo sempre me rendo e nunca consigo tirar os olhos de tua presença. O teu orgulho impetuoso me atinge e extasia-me em delírio de desejo e tentação. Eu sinto crescer meu infortúnio de te ter ao lado em constância. Já não sei mais lidar com isso, e assim permaneço em inércia. Hoje só cabe-me ficar lembrando dos bons momentos em que eu pude te sentir mais perto, dos olhares encontrados ao acaso e do meu olhar brilhando ao ouvir tua voz do outro lado da linha. 
O meu outono está sendo mágico e encantador, mas acaba me fazendo um pouco mal, pois sei exatamente como é o ser com quem eu queria compartilhar alguma das minhas folhas. Eu conheço muito bem a ponto de saber que jamais seria possível, mesmo que não apenas eu quisesse ... Conheço o suficiente pra saber que DEVE SER MOMENTÂNEO! 


"Tuas palavras
Duras palavras
Como uma prisão
Me deixam de fora
Fora de circulação"

É duro quando todas as músicas que escuto me lembram tudo o que eu queria esquecer ...


Até Quando Você Vai Ficar ? - Engenheiros do Hawaii




As músicas do Engenheiros do Hawaii, todas elas, até a que não gosto, me fazem lembrar de você ... Quisera eu fosse tudo diferente e ao contrário!

Nenhum comentário:

Postar um comentário