terça-feira, agosto 10, 2010

A Morte de um Sonho


São tantas palavras para descrever uma sensação, mas nenhuma consegue tão bem quanto um beijo
São tantas rotinas, padrões e modismos, que por um instante chegamos a esquecer de nossos próprios desejos
A futilidade que há em volta faz com que a maioria se perca na busca para completar o vazio
Vazio por elas mesmas criado, vazio difícil de ser completado
Costumamos, quando jovens, sonhar com coisas impossíveis, que acreditamos que podemos alcançar
Mas o choque com essa bruta realidade nos faz desacreditar
E passamos a esquecer quem realmente somos, a essência que outrora sonhava na Lua, com as estrelas, e que costumava contar esses sonhos em pequenos pedaços de papel
Esquecemos que temos desejos, e que ainda temos sonhos
Pois os sonhos não podem morrer, assim como as estrelas morrem...

Um comentário:

  1. os sonhos são eternos assim como os momento inesqueciveis da nossa vida, tudo fica guardado no nosso subconsciente para nos fazer lembrar do que realmente e bom e de que a vida vale a pena ....

    ResponderExcluir