quinta-feira, dezembro 30, 2010

Desperte!




Acorde, menina! Hora de cantar a canção. Hora de expor o que contém esse teu triste coração.
Levanta! Ainda não viu que horas são? É hora de ver a beleza que esconde-se por trás de cada emoção!
E mesmo sentindo-se triste, você verá que ainda é dia e que nada está perdido em definitivo. Os raios de Sol ainda não cessaram de incidirem sobre nossa pele que queima-se lentamente.
Não importa o quanto tenha que caminhar, não limite seus sonhos a uma possibilidade finita.
As dores sempre vêm, como vão também. Cabe a cada um a diferença entre lidar com elas, vencê-las ou sujeitar-se ao seus desagradáveis efeitos.
Se existe sombra, é porque há luz. O equilíbrio encontra-se dentro de você e no que você acredita. Há um lado que contra-balança o outro. E a ordem do universo segue em linha reta apenas dessa maneira.
Não se imponha como barreira para seus próprios desejos e sonhos. Use de seu otimismo, por mais escondido e ofuscado que esteja, para ser feliz em algum momento doloroso.
A dor produz crescimento, mas apenas se vier acompanhada com um toque de grande felicidade ao final de cada batalha.
Acorda, menina! O sonho acabou! Faça feliz a sua realidade ...... A velha canção anseia fazer com que vejas quão boa pode ser a tua vida, se você tentar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário