segunda-feira, dezembro 13, 2010

We



"O tempo bem que podia parar!" É verdade ... Bem que ele podia ter parado naquele momento. Mas como não nos é possível controlá-lo, o que nos ocorreu perpetua-se em lugares que raramente nós mesmos temos acesso. O teu olhar, tua pele, tua respiração, levavam-me por novos lugares, os quais sempre quis conhecer mesmo na incerteza de sua existência. 
"If you want, I want too" Bem que eu queria saber a tua vontade própria. Não sei se agrado e é o que mais quero. Mas para que isso ocorra, definitivamente necessito que me digas!
Ora, eu amo você! E tudo o que vem de ti, que tu quiseres, sou eu quem quero. E sou eu quem deve dizer: "If you want, I want too!"


Close your eyes. Would you trust me? 'Cause I want to take you everywhere I go!
Please, follow my steps and I promise you won't regret ....
But don't deny us.

Nenhum comentário:

Postar um comentário